RONALDOEVANGELISTA


a vontade é um chão gelado sob os pés



Bruno Morais, de voz calma e jeitos sutis, vinha dizendo há tempos que andava fazendo um disco. Botava fé, mas caí pra trás quando ouvi A Vontade Superstar, álbum impecável na sutileza, criatividade e elegância - nas canções, interpretações, arranjos e visual. Com suas melodias e letras cheias de delicadeza, acompanhado de gente como Guizado, Marcelo Jeneci, Ricardo Prado, Gui Kastrup, Régis Damasceno, Bel Bluebell, Mauricio Fleury, Bruno cria mundos e conta histórias pra falar do amor e do fantástico.

Cantando perto do microfone, fez um headphone masterpiece de dar gosto, cheio de pequenos detalhes nas mixagens e vários instrumentos legais, banjo, juno, wurlitzer, clavinete, casiotone, tuba, bombardino, passos, coros e sons de toda sorte. Cruzando referências, com ajuda de alguns amigos gringos e a turma de músicos mais legal de São Paulo dos últimos tempos, Bruno canta umas canções suas lindas, como "Bombeiro Vermelho" e "A Vontade", e reinventa coisas como "Pode Sorrir", do Nelson Cavaquinho.

Tudo cheio de arranjos engenhosos, como em "Planos", as baterias e baixos do XXXChange (do Spank Rock) entregando aos poucos o dub por baixo e as cornetas do Tony Chang (do Fat Freddys Drop) brincando por cima. Ou os beats antisamba (do Vitamin D) que levam a versão ao mesmo tempo desconstruída e respeitosa de um velho samba filosófico do Alvaiade, "O Mundo é Assim". Mais a guitarra fuzz (do Régis) e o clavinete psicodélico (do Jeneci) do infalível tiro-e-queda bom pra tosse plano: "Continuar". E só com coração de gelo pra não arrepiar com "Hoje eu vou te acordar" (parceria com o Romulo, baideuêi).

Disco tranqüilo e seguro, de colocar o tempo no ritmo certo. Produzido pelo próprio Bruno com Gui Kastrup (que produziu também o sensacional disco da Andreia Dias), com encarte e capa com ilustras lindas do Marcelo Cipis e montagem do sempre genial Rodrigo Sommer - de fazer lembrar a graça de ter um CD na mão -, A Vontade Superstar é um álbum para quem sabe escutar, suave e cheio de camadas.

(Aliás, mais um da safra da YB, arrasando - ano passado com Turbo Trio e Curumin, esse ano já com o disco do Romulo na rua, Lulina e Nina Becker por sair.)

Bruno faz show de lançamento quinta, no Sesc Pompéia (onde mais?), e o disco, é só querer.

(foto daqui.)

Marcadores: , ,

1 Responses to “a vontade é um chão gelado sob os pés”

  1. # Blogger Yumeleca

    Tudo isso se completa qnd ele está em cima do palco!!! é hj!  

Postar um comentário

Links to this post

Criar um link

Busca


[All your base are belong to us]

Evangelista Jornalista
Investigações Artísticas

*Anos Vinte







@evansoundsystem



Feed!



© 2001-2010 Ronaldo Evangelista