RONALDOEVANGELISTA


Max Roach Combo, Baden Baden, 1964






Que arraso de estilo, performance, expressão, espiritualidade, economia, eloqüência, dinâmica, enquadramento, cenário, luz, figurino, som, imagem. Ponto alto do jazz, da TV, da humanidade. Abbey Lincoln na voz, seu marido Max Roach na bateria, Eddie Kahn no contrabaixo, Coleridge Perkinson no piano e Clifford Jordan no sax tenor, tocando em Baden Baden, janeiro de 1964. No primeiro vídeo, já impactante, "Driva Man" e "Tears for Johannesburg". No segundo, o dueto de voz primal e bateria mais rápida que o olhar de "Prayer", colado em "Protest", colado em "Peace". No terceiro, todo o esplendor de "All Africa" (Banto, Zulu, Watusi, Ashanti...). No quarto, o spiritual jazz "Freedom Day". É a intensa e revolucionária "Freedom Now Suite", do espetacular álbum We Insist!, 1960.

(Valeu, Titcha.)

Marcadores: , , ,

1 Responses to “Max Roach Combo, Baden Baden, 1964”

  1. # Anonymous Anônimo

    exelente!podrias pasarme los links para tenerlo y poder estudiarlo mas a fondo? soy bateria y max roach es dios para mi! muchas gracias.un saludo.  

Postar um comentário

Links to this post

Criar um link

Busca


[All your base are belong to us]

Evangelista Jornalista
Investigações Artísticas

*Anos Vinte







@evansoundsystem



Feed!



© 2001-2010 Ronaldo Evangelista