RONALDOEVANGELISTA


a todos joão intimida, faz coisas que até deus duvida



Marcos Maciel, do Metrópolis, entrou em contato com o engenheiro de som gringo Christophe Rousseau, responsável pela recuperação do áudio da já notória demo caseira do João Gilberto. Para uma matéria (que vai ao ar hoje, às 21h40, na Cultura), trocou email com ele e descobriu mais detalhes. Quer saber como vazou, de onde veio, como foi recuperado o áudio, o que acham os envolvidos? Só seguir lendo.

*

Existem mais sons da era de ouro da música brasileira armazenados no japão do que no Brasil: em Tóquio eles têm uma torre onde é guardado e armazenado o som remasterizado em digital de obras sonoras brasileiras que muita gente esta à procura ou correndo atrás! Quem sabe mais sobre isso são os compositores carlos Lyra e Roberto Menescal. Os japoneses foram os primeiros a colocar à venda lá nas terras deles esse documento, que se chamava João Gilberto - Private Sessions at Chico Pereira's House, que era caro e de péssimo som. Verdadeiramente o som deles colocado à venda (desde o mês de dezembro 2007) é uma vergonha!

Um amigo meu Sueco, o Sr. Lars Crantz, recebeu por troca de documentos, no Rio, o som digitalizado dessa gravação - de um colecionador cujo nome ficou protegido por ele. Pensando que os japoneses tinham colocado um documento melhor à venda, o Lars comprou o documento japonês ha um ano, quando foi colocado no E-Bay!

Imagina, eu: quando recebi de Lars essa cópia para remasterizar quase desmaiei de tanta felicidade! Por que eu?! Por que é que caiu sobre mim?! Eu tinha o livro de Ruy Castro, Chega de Saudade, onde se falou pela primeira vez sobre este assunto do som gravado em fitas magnéticas Basf, com aparelhagem bem profissional para época, no salão de Chico Pereira. Eu não pensava escutar tão cedo este documento... (Bom, há 50 anos que a gente esperava, né?)

Aí, no princípio do ano passado, eu passei uma semana trancado a escutar este som e ficar espantado o tempo todo e falando grosso: Puta que pariu! Puta que pariu! Nossa! Como é que pode! etc. Depois me coloquei a remasterizar. O resultado foi colocado na internet por nós de graça para contrar o Japonês e o lucro deles sem aviso nenhum a João Gilberto, o autor. Era a vingança única e última que podia acontecer! Assim vão as coisas e é verdade que eu estou bastante satisfeito de ter remixado este documento - que demorou 50 anos para aparecer e três dias para se tornar decente!

Foi com duas ferramentas profissionais de tratamento sonoro que eu consegui fazer renascer o som de baixo do barulho analógico das bandas Basf: primeiro o exelente BBE americano hardware Sonic Maximizer and Noise Reduction e o programa Software da Sony chamado Sonic Mastering Studio.

Se você escutar a primeira faixa, "Um abraço no Bonfá", você vai poder ouvir, depois da metade da faixa, exatamente aos 1 minuto e 36 segundos e durante 3 segundos, um cachorro latindo lá embaixo do prédio ou da casa do Chico Pereira, enquanto o João tocava o violão. Prestem atenção e escutem: é bem "Space" ouvir isto - que nem aparece no documento original recebido da Sueça.

Esses caras que fazem blogs brasileiros de som raro (como o meu amigo Augusto do Toque Musical e o Zeca-Louro do Loronix) são bem malucos, no bom sentido do termo, e esses últimos anos colocaram na rede coisas de colecionadores e raridades deles à disposição de quem quiser escutar. Antes, ninguém nunca tinha a possibilidade de achar estes sons da antiga pelo simples fatos que a maioria das casas de produções sonoras no Brasil e edições nunca deram valor a estes músicos e sons antigos! E é por isso que existem blogs de gente apaixonada por som que passam horas, semanas, meses e a ver, anos, trancados pra limpar e colocar na rede os som, tesouro nacional da música brasileira das decadas de 40 até 80.

É uma beleza estes blogs, ainda mais por cima tem um lado de fórum para gente responder, comunicar informação sobre quem tocou nestes álbuns, e isso não figurava na contra capa de muitos Lps da antiga. Foi depois da vinda destes blogs que a gente ficou sabendo de muita coisa sobre cultura musical brasileira.


*

Nos comentários do post original das demos, no Toque Musical, Christophe ainda conta outra surpresa:

Estou preparando outra raridade dele para você colocar no seu blog: recebi de um amigo meu um documento rarìssimo de uma prestação do João Gilberto no Roxy Theatre de Hollywood CA. 1977

Marcadores: ,

0 Responses to “a todos joão intimida, faz coisas que até deus duvida”

Postar um comentário

Links to this post

Criar um link

Busca


[All your base are belong to us]

Evangelista Jornalista
Investigações Artísticas

*Anos Vinte







@evansoundsystem



Feed!



© 2001-2010 Ronaldo Evangelista