RONALDOEVANGELISTA


Shows da semana (passada)


Sociedade da Grã-Ordem Mojiquista
Cedo e Sentado, Studio SP, quarta 4/6


Massíssimo o encontro do Tatá com Peri com Mauricio com Isi com Pedro. Muito sensacionais as músicas, divertidíssimo o show. Deu orgulho de ser amigo do povo, deu felicidade de estar ali vendo aquilo. Rolou samba sobre cortar as unhas até a raiz dos dedos, funk carioca sobre o desquite do Frankenstein, folk de terror sobre o Satã Tantã, disco music com baixo acústico e citação de Sergio Sampaio e aparições da voz do Mojica ele próprio rogando praga em todos os presentes. Como a aparição dos grã-ordeiros só acontece uma vez a cada lua cheia, não perca por nada se souber de algum próximo show.

Cidadão Instigado
Studio SP, sábado 7/6


Semana passada tive um insight: não dá pra perder mais nenhum show do Cidadão. É bem possível que eles sejam a melhor coisa acontecendo na música em São Paulo hoje, eu é que não quero ficar pensando depois que devia ter ido naquele show... Nos últimos meses eu vi três e achei pouco - foi cada um melhor do que o outro, cada um dando mais vontade de ver o próximo. Eles estão prestes a entrar em estúdio para gravar o terceiro disco e o show tem sido recheado de canções novas incríveis. Para quem já achava o Método Túfo um dos grandes clássicos dos nossos tempos, aguarde o impacto desse próximo. Pra mim, o show já começou mágico: eu estava por algum motivo a semana inteira com "Lá Fora Tem" na cabeça, e com qual música eles abriram o show? Acertou. Teve ainda concentração de celebridades do bem, o que é sempre sinal de que algo está acontecendo. Vi por lá Jeneci, Nina, Amarante, Andréia, Massari, Helio, Ganja, Gui, Carol e mais um monte de gente tão legal quanto, mas menos conhecida.


Arnaldo Antunes
Sesc Pompéia, domingo 8/6


Eu achei o Ao Vivo no Estúdio tão simpático, estava tão curioso para ver o Jeneci com ele e foram tantas coincidências e assuntos que caíram no Arnaldo Antunes essa semana que resolvi recepcionar a noite de domingo assistindo esse show às seis da tarde no Sesc Pomp. Por incrível que pareça, a última vez que vi o Arnaldo ao vivo foi na época do disco Ninguém - portanto, há mais de dez anos. Tive algumas boas e más surpresas, mas no geral foi mais ou menos como eu esperava: tudo que acho ótimo nele estava lá, tudo que acho nem tão ótimo também. Foi bem linda a versão de "Socorro", uma das mais bonitas dele (e com a Alice Ruiz). Foi impressionante ver a quantidade de crianças na platéia (nem tantas, mas ainda assim mais do que eu imaginava) e a quantidade de mulheres gritando "lindo!" e se amontoando na frente do palco para vê-lo de perto. E foi um pouco chocante ver o quanto ele realmente assume o papel que cristalizou pela época do disco Silêncio - e confesso que acho um pouco ridículas aquelas danças desengonçadas e aquela postura toda meio boba.

Mas, aí, fiquei pensando: o papel do artista é expurgar as travas e exprimir os desejos que sua audiência carrega sem nem saber. Nesse sentido, a hipérbole é uma figura de linguagem tão boa quanto qualquer outra. Ser uma personagem meio ridícula é uma tática já muito usada desde o tropicalismo, muito por Tom Zé até hoje e também, por exemplo, pelo Zeca Baleiro - figura com quem simpatizo consideravelmente. Então, apesar de às vezes ser realmente cansativa a esperteza excessiva de algumas sacações e trocadilhos de suas músicas, muitas das suas composições são impressionantemente bonitas. "Alegria", por exemplo, é das favoritas de sempre. "Desce" é outra. E já é muito mais que muitos artistas oferecem. Aí percebi que o exagero caricato e algo infantil do Arnaldo no palco é uma maneira muito esperta de chamar a atenção para a delicadeza, beleza e singeleza de suas canções.

Assim como o detachment übercool do Los Hermanos funciona como contraste e amplificação do ultra-romantismo das suas composições. Mas isso já é outro papo.

Marcadores:

0 Responses to “Shows da semana (passada)”

Postar um comentário

Links to this post

Criar um link

Busca


[All your base are belong to us]

Evangelista Jornalista
Investigações Artísticas

*Anos Vinte







@evansoundsystem



Feed!



© 2001-2010 Ronaldo Evangelista