RONALDOEVANGELISTA


VitrolaMixtapes: Romulo Fróes



Segunda-feira de sol com frio, de uma semana mais curta, dia perfeito para uma mixtape dos sambas mais tristes do mundo, escolhidos para nós a dedo e coração por Romulo Fróes.

A coleta seletiva abre com duas de Monsueto: a primeira cantada por Caetano Veloso, a segunda por Alaíde Costa com vocalises de Milton Nascimento. Na seqüência, Paulinho da Viola, Batatinha e Zé Keti cantam obras-primas suas, enquanto Jamelão canta Lupicínio Rodrigues com a Orquestra Tabajara e Gilberto Gil canta Batatinha com seu violão. Versões ao vivo de algumas das mais bonitas de Nelson Cavaquinho, Cartola e Dorival Caymmi fecham a seleção de tocar os mais insensíveis dos corações.

No ano em que lança (pela YB) No Chão sem o Chão, seu disco pulo-do-gato, cheio de guitarras e dinâmicas e inovações e músicas fortes, Romulo faz seleção que revela as estruturas de suas canções: as melodias melancólicas e letras sentidas dos sambas tristes, de uma tradição que vem do começo do século passado e se mantém como marca maior de nossa música até hoje. Prontinha para ser assimilada e subvertida, como faz tão bem, por exemplo, Romulo.



Só dar o play aí em cima e sair ouvindo e se emocionando.

Ou baixe a mixtape aqui e ache No Chão Sem o Chão por aqui.

Marcadores: ,

1 Responses to “VitrolaMixtapes: Romulo Fróes”

  1. # Anonymous Maria

    Essa lista dialoga muito com o no chão sem o chão, não!? só no começo dela já notei umas duas intertextualidades/referências/homenagens.
    massa.  

Postar um comentário

Links to this post

Criar um link

Busca


[All your base are belong to us]

Evangelista Jornalista
Investigações Artísticas

*Anos Vinte







@evansoundsystem



Feed!



© 2001-2010 Ronaldo Evangelista